A Felicidade – Song and Lyrics by Agostinho Dos Santos

0
80

Written by: Antonio Carlos Jobim, Vinicius De Moraes

Duration: 2:44

Discover the poetic beauty in ‘A Felicidade’ by Agostinho Dos Santos. This lyric breakdown takes you on a journey through the artist’s thoughts, emotions, and the story they aim to tell. From clever metaphors to evocative imagery, we delve into the nuances that make this song a lyrical masterpiece. Whether you’re a fan of Agostinho Dos Santos or a lover of well-crafted words, our detailed analysis will give you a deeper understanding and appreciation of this song.

Tristeza não tem fim felicidade, sim
A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve, mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar

A felicidade do pobre parece
A grande ilusão do carnaval
A gente trabalha o ano inteiro
Por um momento de sonho pra fazer a fantasia
De rei, ou de pirata, ou jardineira
E tudo se acabar na quarta-feira

Tristeza não tem fim
Felicidade, sim
Tristeza não tem fim
Felicidade, sim

A felicidade é como a gota
De orvalho numa pétala de flor
Brilha tranquila, depois de leve, oscila
E cai como uma lágrima de amor

A minha felicidade está sonhando
Nos olhos da minha namorada
É como esta noite passando, passando
Em busca da madrugada, falem baixo, por favor
Pra que ela acorde alegre como o dia
Oferecendo beijos de amor

Tristeza não tem fim
Felicidade, sim
Tristeza não tem fim
Felicidade, sim
Tristeza não tem fim
Felicidade, sim
Tristeza não tem fim
Felicidade, sim

Tristeza não tem fim